Comecei um novo desafio profissional em teletrabalho. Foi assim a minha experiência

Começar num emprego novo, independentemente da experiência que tenhamos é já só por si um desafio enorme. Novos colegas, novos métodos de trabalho, novas rotinas. É uma vida nova que nos exige capacidade de adaptação e reação para podermos dar o máximo de nós desde o primeiro minuto.

Neste artigo vou falar-vos da minha experiência e de como foi iniciar um novo desafio profissional em teletrabalho. Começo por me apresentar. Sou o Pedro, tenho 23 anos e estou atualmente a tirar um mestrado em Marketing no ISEG – Lisbon School of Economics & Management. É um desafio. Não sou pessoa de estudar, nem nunca pensei em seguir os estudos depois da minha licenciatura em Gestão. Já estava farto de livros, de trabalhos, de apresentações e do inferno que são os deadlines (era até ao último segundo!). Mas a minha paixão pelo Marketing falou mais alto, e lá fui eu. Já a trabalhar na área, embarquei na missão de mais uns anos de estudo e de ficar a dever mais umas horas de sono à cama. Nada de novo. Afinal, e como dizemos em Portugal, “quem corre por gosto não cansa”.

No início de março de 2020, estava eu pronto para começar o segundo semestre na faculdade, quando o (meu) Mundo decidiu mostrar que de um dia para o outro tudo pode mudar. A pandemia que nos assombrava ao longe, chega a Portugal, e com isso, há uma mudança total no paradigma social e económico. As lojas fecham portas, as faculdades suspendem as aulas, a bola pára de rolar no relvado, as empresas congelam as suas produções e o país fica temporariamente parado.

Mas foi também nessa altura que recebi a confirmação que iria fazer parte da equipa da Xpand IT. E naturalmente também percebi que iria começar pela primeira vez um novo desafio profissional em teletrabalho. Tinha ido aos escritórios uns dias antes. Tive a minha entrevista, e logo percebi que estava perante uma empresa diferente. Mal podia esperar por fazer daquele espaço a minha segunda casa e daquelas pessoas a minha nova família.

Iniciar um novo desafio profissional em teletrabalho – como tudo começou

Comecei a trabalhar no dia 6 de abril com todos os processos habituais de integração à equipa, adaptação a um novo ambiente e a um mundo de negócio que não estava habituado. E assim foi. No tão aguardado dia tive o meu onboarding process. Mas o escritório foi substituído pelo meu quarto, os meus novos colegas por um ecrã e a felicidade de começar uma nova aventura foi partilhada sozinha. Parece uma história triste, cinzenta e que tudo correu mal, não é?! Acredita que não. Claro que também confesso que não era o início que esperava. Foi apenas e só, o início possível. Já de computador (enviado previamente pela empresa) preparado, comecei aquela segunda-feira a fazer a longa viagem entre a minha cama e a secretária. Pelo caminho deu para me vestir e para me arranjar de maneira a não parecer que tinha acabado de acordar (que foi realmente o que aconteceu!).

Liguei o computador e começou ali uma nova página na minha vida. Era a partir daquele momento um Xpander*. Entrei na sala de reuniões, o Microsoft Teams. Fui logo bem acolhido. O sorriso das pessoas responsáveis por darem o kick-off à minha aventura foi contagiante, e parecia que tudo aquilo era normal. Era como se tivessem naquela situação de trabalhar em casa desde sempre. Entre miúdos a gritar para a televisão e gatos a passarem à frente dos ecrãs, a “normalidade” que foi transmitida fez-me ter a certeza que é neste tipo de empresas que está o futuro (e o presente!). A capacidade de adaptação foi enorme e a única diferença entre estar ali na minha secretária ou no escritório em Lisboa, é que no meu quarto podia estar de calças de pijama e com umas pantufas fofinhas.

A cultura de trabalho é assim nos dias de hoje –  totalmente diferente, e a Xpand IT é uma empresa que transmite todos os valores que pretendo na minha carreira. Entre as daily meetings com a minha equipa, os concursos de culinária e as aulas de fitness promovidas pela empresa, as conversas da pausa (virtual) do café e o desafio de começar um novo desafio profissional em teletrabalho, fazem com que o entusiamo e a vontade de vestir a camisola da empresa seja todos os dias cada vez maior.

Por fim, visto a pele de Ted Mosby* e deixo alguns conselhos que poderão ajudar os jovens (sim, tenho 23 anos, mas já acho que tenho 75 e posso dar exortações sobre a vida) que estão à procura das suas primeiras experiências no mercado de trabalho, que se encontram atualmente em trabalho remoto ou que vão começar um novo desafio profissional em teletrabalho.

Então cá vai.

4 boas práticas que me ajudam a manter rotinas de trabalho saudáveis

Kids, começo por dizer que…”, esqueçam, vou direto ao assunto. Esta nova realidade permitiu-me perceber que existiam rotinas que nunca mais vão acontecer, mas ao mesmo tempo é uma oportunidade para fazermos um refresh aos nossos hábitos. É certo que desde que estamos a viver esta nova realidade podemos notar, por exemplo, um aumento da ansiedade ou uma diminuição da produtividade no trabalho, e está tudo certo com isso. No entanto, deixo-vos algumas rotinas e boas práticas que tenho encontrado para me conseguir focar ao máximo no trabalho, na família, e em mim próprio (sim, não se esqueçam de cuidar de vocês!):

Horários

Esta pode parecer uma dica simples, mas é a que se calhar faz mais diferença. Manter os horários de sono, de trabalho, das pequenas pausas ao longo do dia, das refeições… é meio caminho andado para conseguirmos suportar estes dias atípicos da melhor forma.

Refeições

Quem ainda não ganhou uns quilos a mais desde que está em casa? Eu já, e acreditem, sou daquelas pessoas que ninguém gosta: como e não engordo! Mas voltando ao tema, manter refeições equilibradas e devidamente espaçadas ao longo do dia, tem feito toda a diferença a nível de energia e bem-estar. Vejam bem… até pratos gourmet já sei fazer! Um autêntico dono de casa, eu!

Exercício físico

De certeza que estás sempre a ver nas redes sociais os teus amigos a fazer push-ups e squats, e se ainda não te juntaste a eles, estás sempre a tempo de o fazer. Desde tutoriais no Youtube a diretos no Instagram ou app especializadas… desculpas não existem, e acreditem, faz mesmo a diferença. É que ao treinares, até podes não ficar com o corpo do Cristiano Ronaldo ou da Beyoncé, mas pelo menos aquele bolo de chocolate que comes a meio da tarde já não vai pesar tanto.

Beber um copo com os amigos

Ahhhh! As memórias longínquas de se ir beber um copo com amigos a Lisboa numa sexta-feira depois do trabalho… parecia tão complexo organizar uma cerveja com aquele grupo de WhatsApp onde estás sempre a receber memes que já viste pelo menos 250 vezes, para no fim irem só duas ou três pessoas e as conversas serem sempre as mesmas: quem foi o mais prejudicado pela equipa de arbitragem naquele jogo da décima quinta jornada do campeonato de 1953 em que nem sequer éramos nascidos. Complexo, tudo. Mas recompensador. E agora é mais simples. (e até podes beber mais um copito que o normal – afinal o caminho para a cama é de apenas uns passos, e não do perigo da estrada). Abres à mesma o grupo do WhatsApp e ligas para todos os amigos. Vais ver que aquelas desculpas claramente inventadas do “hoje não dá, tenho que ir levar o primo da minha tia-avó ao serralheiro para fazer uma porta de casa-de-banho” ou “gostava muito de ir beber com vocês amigos, mas hoje o meu peixe faz anos, fica para a próxima”, vão deixar de acontecer. E se continuarem a existir… está na hora de os removeres do grupo.

Desde que estou confinado em casa e que abracei este novo desafio profissional em teletrabalho que falo mais com os meus amigos. Uma cerveja virtual, uns jogos de FIFA em que os comandos da Playstation acabam sempre por voar (aquele falhanço à boca da baliza é mesmo culpa do bonequinho e não de quem o está a controlar, não é?!), ou um simples “olá” tem feito com que sinta mais motivação para ultrapassarmos isto de vez. E, desculpem, claramente é esta a dica em que mais escrevo… as saudades de uma boa noite de copos já são demasiadas.

São estas as minhas novas rotinas, e confesso, não sei se as trocaria. E vocês? Que novas rotinas trouxeram para vossa vida?

Para finalizar, e como diz a minha colega Ana: “A vida acontece”. E é mesmo. Protejam-se. Adaptem-se. E, acreditem, vai ficar tudo bem. 

*(alcunha usada para descrever os colaboradores da Xpand IT)

*personagem da séria norte-americana “How I Met Your Mother”

*Podes ler a versão EN deste artigo aqui

Pedro RosaComecei um novo desafio profissional em teletrabalho. Foi assim a minha experiência

Read more in

XTech Community

Readers also checked out

Want to get amazing Big Data, Business Intelligence, Middleware
Mobile articles & news directly from our experts?
Subscribe to our blogs now.