Web content management

Para que serve, quais as vantagens e que tecnologias são hoje em dia uma referência

Por Web Content Management System (WCMS), entende-se a utilização de um CMS (Content Management System), que mais não é que um conjunto de ferramentas que permite a qualquer entidade gerir a sua informação digital alojada num website, com a possibilidade de criar e gerir conteúdo sem ser necessário conhecimentos de programação ou linguagens de markup. O WCMS é um programa que ajuda a manter, controlar, mudar e a ajustar o conteúdo numa webpage.

O WCMS comporta-se de forma similar a uma gestão de conteúdos tradicional – gerindo a integridade, edições e ciclo de vida da informação – com a ressalva que esta gestão é efetuada para conteúdo especificamente designado para a web.

Alguns aspetos de destaque de qualquer WCMS são a possibilidade de criar e manter conteúdo personalizado no website; a possibilidade de editores poderem rever e aprovar conteúdo antes da publicação; e o estabelecimento de um processo de publicação automático.  A par disto, há uma necessidade cada vez maior de ter plataformas que permitem criar e disponibilizar não somente conteúdos, mas toda uma experiência de utilização – soluções que consomem os conteúdos carregados e que permitem, ao mesmo tempo, acompanhar toda a jornada do utilizador – independentemente do canal que estiver a ser utilizado.

Prós e Contras

A utilização de um WCMS tem vários aspetos que devem ser considerados.

Por um lado, as plataformas de WCMS são usualmente pouco dispendiosas e muito intuitivas em termos de utilização, não sendo, por isso, necessários conhecimentos técnicos de programação para gerir e criar conteúdo. O próprio workflow do WCMS também pode ser personalizado com a criação de várias contas para diferentes perfis.

Por outro lado, algumas implementações no WCMS podem ser algo dispendiosas ao requererem formação ou certificações. A manutenção pode também acarretar custos, requerendo upgrades ou updates de licenciamento. A segurança é também uma preocupação nestas plataformas, uma vez que, quando existem ameaças de segurança, por vezes cria-se uma vulnerabilidade que pode ser explorada por hackers, podendo potencialmente prejudicar a percepção das marcas por parte dos seus clientes.

Escolher a melhor solução de WCMS

Num WCMS o conteúdo é na sua maioria mantido numa base de dados e agrupado utilizando uma linguagem flexível, como XML ou .Net.

Existem várias opções que utilizam WCMS open-source, como o WordPress, Drupal e Joomla para funções mais genéricas; há também soluções que endereçam necessidades específicas, como por exemplo, a plataforma Marketing 360, a Filestack e a CleanPix.

Por outro lado, temos atualmente no mercado soluções comerciais como é o caso de Sitecore que agrega numa única plataforma componentes de WCMS, Personalização de Conteúdos, Marketing, Digital Asset Management e E-Commerce. Esta é uma das grandes vantagens desta plataforma que, ao invés de adquirir e integrar os diversos componentes que irão consumir conteúdos e informação a um sistema adjacente, neste caso os dados e informação de contatos e interações efetuadas através dos diversos canais já existem e encontram-se disponíveis na plataforma. Estes dados já se encontram prontos a serem utilizados e trabalhados por diferentes áreas e para diferentes propósitos: criação de campanhas, envio de emails, criação de fluxos de marketing e criação de regras de personalização, entre outros.

As soluções WCMS providenciam diferentes funcionalidades, com diversos graus de profundidade e propósitos específicos. Antes de selecionar a plataforma, considere funcionalidades como:

  • Configuração: a possibilidade de ativar e desativar funcionalidades através de parâmetros específicos para o efeito.
  • Gestão de Acessos: gestão de utilizadores, permissões e grupos.
  • Extensão: integração e capacidade de instalação e configuração de novas funcionalidades e / ou conectores.
  • Possibilidade de instalar modelos com novas funcionalidades.
  • Customização: possibilidade de alterar as especificações de forma a personalizar algumas features, através de toolkits ou interfaces
  • WYSIWYG: capacidade de disponibilizar um mecanismo de “What you see is what you get”, permitindo aos Gestores de Conteúdo perceber, no momento das alterações, o que os utilizadores irão visualizar após a disponibilização da nova versão dos conteúdos. Um bom exemplo é a funcionalidade disponível na plataforma Sitecore denominada de “Experience Editor”
  • Integração: possibilidade de integrar a solução de WCM com outras soluções já instaladas ou com outras soluções externas por forma a agregar a informação de ambas; por exemplo integração com Microsoft CRM Dynamics 365 ou Microsoft SharePoint.
  • Fluxos: capacidade de incorporar mecanismo de configuração de fluxos de aprovação da alteração de conteúdos, por diferentes autores de conteúdo com diferentes perfis, e de publicação de conteúdos.
  • User Experience: permite que a edição seja feita de forma pouco complexa, com templates built-in que adicionam uma funcionalidade pré-definida à página, sem ser necessário ter formação adicional.
  • Assistência técnica e updates: considerar o nível de apoio técnico que irá receber, assim como o nível de acessibilidade aos updates do sistema.

Vantagens de WCMS

Uma grande vantagem do WCMS é o facto de ser a solução de software que permite controlo consistente do look and feel do website- a marca, wire frames, navegação – ao mesmo tempo que permite a possibilidade de criar, editar e publicar conteúdo – artigos, galerias de fotos, vídeo, etc. No caso de empresas que possam dispor de repositório de conteúdo muito rico ou focado em brand consistency, a solução mais adequada poderá ser um WCMS.

Outras vantagens incluem:

  • Templates automatizados;
  • Aceso controlado à página;
  • Expansão escalável;
  • Ferramentas que permitam uma edição simples, através de soluções WYSIWYG
  • Updates regulares de software;
  • Gestão de workflow;
  • Ferramentas de colaboração que permitam a vários utilizadores modificar conteúdo;
  • Gestão de documentos;
  • Possibilidade de publicar conteúdo em várias línguas;
  • Possibilidade de recuperar edições mais antigas.
  • Possibilidade de analisar os conteúdos em diferentes dispositivos (desktop, mobile, tablet, watch).
  • Disponibilização de conteúdos omnicanal.

A nossa visão

A gestão de conteúdos é uma temática relevante, embora não seja recente. No entanto, o tema que tem ganho muita tracção ao longo dos últimos anos é a capacidade de utilizar conteúdos de forma personalizada, para oferecer uma experiência relevante aos utilizadores. Para concretizar esta visão, a Xpand IT estabeleceu há já algum tempo uma parceria com a Sitecore porque acreditamos que esta á a plataforma certa para endereçar os desafios da personalização, tirando partido das vantagens que já foram referidas mas também de outras como o facto de o Sitecore permitir implementações Headless (separando todo o conteúdo da camada de apresentação) bem como a integração com plataformas móveis (potenciando verdadeiras soluções omnicanal). Estamos certos que a tecnologia tem muito para oferecer ao mercado e olhamos com entusiasmo para as novas funcionalidades que serão, em breve, disponibilizadas para concretizar cada vez mais esta visão – oferecer conteúdo relevante e personalizado a qualquer pessoa, a qualquer momento e em qualquer canal.

Sílvia RaposoWeb content management

Leia mais em

Sitecore

Recomendados

Conheça as novidades, eventos e opinião dos mais reconhecidos experts
do universo de TI, nas áreas de Big Data, Business Intelligence,
Middleware e Mobile.