Garanta a conformidade com o RGPD utilizando Pentaho

O Regulamento Geral de Proteção de Dados, ou RGPD, é um novo regulamento que tem como objetivo a proteção de todos os cidadãos da União Europeia (UE), em termos de privacidade e a nível de possíveis violações de dados. Este regulamento vem substituir a diretiva estabelecida em 1995 pelo Parlamento Europeu. O RGPD entrará em vigor no dia 25 de maio de 2018, dando a todos os cidadãos a possibilidade e o direito de serem totalmente “esquecidos” pelas empresas.

O RGPD pretende proteger vários tipos de informação pessoal, como informação relativa à identidade dos indivíduos (como nome e morada); informação da web (como a localização ou o endereço de IP); informação sobre saúde e genética; etc. Estas normas serão aplicadas a todas as empresas que processem informação pessoal de indivíduos residentes dentro da União Europeia, independentemente da localização das empresas. Importa referir que as organizações que não se encontrem em conformidade com as normas poderão enfrentar duras penalizações.

Assim, a implementação do novo regulamento está prestes a acontecer e as empresas devem preparar esta questão, com o objetivo de alterar processos e perceber de que forma poderão processar e guardar informações referentes aos cidadãos europeus e entrar em conformidade com o RGPD utilizando Pentaho.

Como utilizar Pentaho a favor do RGPD?

Para conseguir ter tudo pronto para a entrada em vigor das normas, é aconselhável que tenha uma base de dados que possa ajudá-lo a informar facilmente os seus contactos ou clientes acerca do tipo de dados que está a guardar e sobre como irá utilizá-los. O Pentaho Data Integration (PDI) facilita este processo.

Aqui ficam algumas ações que pode levar a cabo com esta tecnologia:

1. Alterações nas Informações Pessoais

Com Pentaho conseguirá guardar toda a informação ou quaisquer dados pessoais que entrem na sua empresa. Esta base de dados ajudará a informar as suas leads, que dados foram recolhidos e torna o processo do pedido de consentimento para a sua utilização mais ágil e rápido. Para fazê-lo, pode utilizar o PDI para criar um ou vários Jobs, capazes de ler automaticamente através da fonte dos dados, a nova informação que está a ser recolhida ou processada nas tables, facilitando o acesso da sua base de dados do RGPD a qualquer alteração nos dados pessoais.

2. Utilidade dos Dados

Idealmente, os seus dados estarão organizados consoante o tipo de uso que lhes pode dar, já que os indivíduos têm o direito de pedir que a sua informação não seja utilizada para ações específicas, como, por exemplo, para Marketing. Assim, utilizando o PDI, pode criar:

  • Um processo que consiga ler através das fontes de dados que tipo de consentimento cada pessoa forneceu. Pode depois organizar essa informação, permitindo que consiga rapidamente saber que permissão tem para utilizar os dados de que dispõe e que ações pode tomar, em conformidade com as autorizações que tem.
  • Um processo que permita verificar e validar todos os novos dados, utilizando o tipo de usabilidade correspondente para analisar se a empresa os deve manter ou não. É possível, por exemplo, configurar o PDI para despoletar um email com este tipo de informação.

3. Notificações Individuais

Se armazenar os dados dos pontos um e dois, é possível criar um processo no PDI para verificar se existe alguma informação pessoal relativa aos seus clientes ou leads e se existe algum tipo de usabilidade que pode extrair desses dados. Se não existir, não existe razão para guardá-los.

Assim, este processo pode incluir uma configuração para enviar um email com a lista de indivíduos que ainda não forneceram o seu consentimento, para que possa guardar os seus dados e utilizá-los em ações de forma legal. O PDI pode ainda, guardar essa informação num ficheiro, juntamente com o contacto da pessoa (caso o tenha), facilitando a interação.

Estes são apenas alguns casos de utilização e processos simples que podem ser implementados através de Pentaho, com o intuito de ajudá-lo a colocar a sua empresa em conformidade com o RGPD. Permitem simplificar todo o processo de verificação, nomeadamente para confirmar se existe algum problema com os dados recolhidos e processados, já que ter os processos simplificados e um sistema de proteção de dados claro, ajuda a evitar possíveis consequências legais e reforçam a confiança dos seus clientes na sua organização.

Se necessita de informações adicionais por parte dos nossos experts, por favor clique aqui.
Se gostaria de conhecer alguns dos nossos casos de sucesso com recurso à tecnologia Pentaho, por favor clique aqui.

Nuno Gomes

Business Intelligence Consultant, Xpand IT

Nuno GomesGaranta a conformidade com o RGPD utilizando Pentaho

Leia mais em

Pentaho

Recomendados

Conheça as novidades, eventos e opinião dos mais reconhecidos experts
do universo de TI, nas áreas de Big Data, Business Intelligence,
Middleware e Mobile.